Please use this identifier to cite or link to this item: bdta.ufra.edu.br/jspui//handle/123456789/1453
Title: Dinâmica espaço-temporal dos focos de calor detectados no município de Paragominas-PA.
Advisor: MELO, Marcio Roberto da Silva
Authors: MAURICIO, Oze Tatiele Oliveira
SOUSA, Valdenice de Oliveira
Keywords: Focos de calor
Densidade de kernel
Interpolação
Precipitação pluviométrica
Issue Date: 2018
Publisher: UFRA/Campus Paragominas(PA)
Citation: MAURICIO, Oze Tatiele Oliveira. Dinâmica espaço-temporal dos focos de calor detectados no município de Paragominas-PA. Orientador: Marcio Roberto da Silva Melo. 2018. 78 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Engenharia Florestal) - Universidade Federal Rural da Amazõnia, Campus Paragominas, PA, 2018.
Resumo: Fenômenos climáticos como “El Nino”, que afeta o regime pluviométrico e a temperatura do ar em grande parte da região amazônica, faz com que haja uma diminuição de chuvas e aumento da temperatura do ar, deixando a biomassa mais seca e o risco maior de incêndios florestais. O uso de informações mais precisas a respeito, principalmente, da localização e extensão destes eventos permite uma avaliação mais realista sobre os danos econômicos e ambientais, contribuindo para o desenvolvimento de estratégias mais eficazes no combate a incêndios. Assim, este trabalho tem por objetivo analisar o comportamento espacial e temporal dos focos de calor detectados no Município de Paragominas – PA, entre os anos de 2000 a 2015. O estudo foi realizado no município de Paragominas, localizado a 320 quilômetros da cidade de Belém. Foram utilizados dados geoespaciais de focos de calor e precipitação pluviométrica, analisados através do estimador de densidade de Kernel e pelo método de interpolação inverso da Distância Ponderada (IDW), respectivamente. Após organização e análise dos dados, foi registrado um total de 75.383 focos de calor entre os anos de 2000 a 2015 na área de estudo, variando de 934 focos no ano 2000 para 25.511 em 2015, representando um crescimento de 2.631%. No que se refere à precipitação a maior média foi obtida no ano 2000 com 88,71 milímetros e a menor no ano de 2015 com 39,31 milímetros. No período seco a média foi de 20,56 milímetros e no período chuvoso, 100,65 milímetros. Analisando entre períodos, notou-se que entre os anos de 2000 e 2005 a precipitação média se manteve entorno dos 120 mm, enquanto que o número de focos de calor variou de 934 para 5670, o que corresponde um aumento de 507 % no período. Para o período de 2005 a 2010 pode se observar uma queda na precipitação ficando em média 100 mm, uma baixa considerável em relação ao período anterior. Já em relação aos focos de calor a média registrada foi de 1000 focos, mostrando uma diminuição referente ao período anterior.Entre os anos 2011 a 2015 a média da precipitação se manteve estável em torno dos 100 mm, e os focos de calor tiveram uma baixa com exceção do ano 2015 que teve uma elevação atípica, podendo ser atribuídoao fato de ter sido um ano de El Nino onde as secas são mais severas na região norte.O estudo constatou que as maiores ocorrências de focos de calor foram no período seco do município com 69,7 % da totalidade e a menor incidência no período chuvoso com 30,3 %. Verificou-se também que a precipitação pluviométrica influencia diretamente na intensidade e frequência de focos de calor.
Abstract: Phenomenon such as “El Nino”affects the rainfall regime and air temperature inthebig portion of the Amazon region part. Raining decreases and air temperature rises, leaving the biomass drier and increases the risk of forest fires. The use of more precise information about, mainly, the location and extension of these events allow an evaluation more realistic about the economic and environmental damages. Contributing to the development of strategies more efficient to combat the fires. Thus, the objective of this study was to analyze the spatial and temporal behavior of hotspots detected in Paragominas city – PA, from 2000 to 2015. The study was done in Paragominas, located to 320 kilometers of Belém-Brasília. Geospatial data was used for hotspots and rainfall precipitation. They were analyzed through Kernel density estimator and the Weighted Distance inverse interpolation method(IDW), respectively. After organizing and analyzing the data, a total of 75,383 hotspots were registered from 2000 to 2015, in the study area. Varying from 934 hotspots in 2000 to 25,511 in 2015, representing an increase of 2.631%. About the precipitation, the highest average was obtained in 2000 with 88.71 mm and the lowest was in 2015 with 39.31 mm. During the dry season, the average was 20.56 mm and in the rainy period, 100.65 mm. Analyzing the years, it was noticed that in 2000 and 2005, the average precipitation kept between 120 mm, while the number of hotspots varied from 934 to 5,670, corresponding to an increase of 507% in that period. To the period of 2005 and 2010, we can observe a decrease in the precipitation of around 100 mm, low comparing to the year before. However, in relation to the hotspots, the average registered was of 1000 hotspots, showing a decrease from the year before. From 2011 to 2015, the precipitation average kept stable around 100 mm, and the hotspots decreased except in 2015 that kept an unusual elevation. We can attribute to that the fact that the El Nino in that year where the dry period is more severe in the North. The study verified that the highest cases of hotspots were in the dry season with 69.7% in total and the lowest occurrence of the rainy period with 30.3%. Also, the rainfall precipitationdirectly influenced the intensity and frequency of hotspots.
URI: http://bdta.ufra.edu.br/jspui//handle/123456789/1453
Appears in Collections:TCC - Paragominas - Engenharia Florestal



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons