Please use this identifier to cite or link to this item: bdta.ufra.edu.br/jspui//handle/123456789/1906
Title: Coleopterofauna edáfica associada a plantios comerciais de Coqueiro anão (Cocos nucifera l.) em Santa Isabel do Pará, Pará
Advisor: BATISTA, Telma Fátima Vieira
Authors: CASTRO, Heloise de Sousa
Keywords: Coqueiro anão (Cocos nucifera l.)
Colepterofauna edáfica
cocoicultura comercial - Santa Isabel do Pará
entomofauna
Issue Date: 2021-08
Publisher: UFRA/ Campus Belém
Citation: CASTRO, Heloise de Sousa. Coleopterofauna edáfica associada a plantios comerciais de Coqueiro anão (Cocos nucifera l.) em Santa Isabel do Pará, Pará. Orientador: Telma Fátima Vieira Batista. 2021. 33 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Florestal) – Universidade Federal Rural da Amazônia, Campus Belém, PA, 2021.
Resumo: A monocultura do coqueiro se expandiu significativamente no estado do Pará, devido a adaptabilidade as condições ambientais da região, aliado a alta produtividade, o que tornou opção rentável para os cocoicultores brasileiros. Ressalta-se quanto ao aproveitamento do fruto do coqueiro é comercializado desde os albúmens sólido (polpa) e líquido (água), amêndoa, fibra e endocarpo. Entretanto, muitos insetos atacam o coqueiro, destacando-se os coleópteros, neste contexto, objetivou-se identificar a diversidade da coleopterofauna edáfica e a influência da sazonalidade, associada a cocoicultura comercial, no município de Santa Isabel do Pará. A Coleta foi através de armadilhas do tipo “pitfall”. Após coleta os insetos foram para triagem e identificação taxonômica até família. As análises foram feitas através do software Past 3.21. Os índices ecológicos utilizados foram: Dominância, Índice de Riqueza (Margalef), Índice de Diversidade (Shannon-Weaner), Índice de Dominância (Simpson), Índice de Equitabilidade e similaridades entre as áreas de plantio e comunidade de famílias da coleopterofauna. Considerou-se nesta discussão a idade do plantio, sazonalidade, disponibilidade alimentar dentre outros fatores intrínseco à vida dessa ordem. Concluiu-se que a sazonalidade e a idade da área, possuem influência determinantes na coleopterofauna edáfica local, sendo o período chuvoso de maior abundância, diversidade e riqueza, principalmente, em área de mata (A1), com 10 anos de idade e em área comercial com 5 anos (A7), possivelmente devido a maior disponibilidade de alimento e umidade nas áreas. E que apesar da área de mata A1, ter apresentado maior distância euclidiana em relação as áreas comerciais de coqueiros, sendo mais perceptível no período chuvoso, possui similaridade na abundância de famílias de coleópteros com algumas áreas comerciais.
Abstract: The coconut monoculture expanded significantly in the state of Pará, due to adaptability to the environmental conditions of the region, combined with high productivity, which made it a profitable option for Brazilian coconut growers. It is noteworthy that the use of coconut fruit commercialized from solid (pulp) and liquid (water), almond, fiber and endocarp albums. However, many insects attack the coconut tree, especially the coleoptera. In this context, the objective was to identify the diversity of edaphic coleopterofauna and the influence of seasonality, associated with commercial coconut cultivation, in the municipality of Santa Isabel do Pará. pitfall traps. After collecting the insects, they sorted and taxonomically identified until the family. Analyzes were performed using Past 3.21 software. The ecological indices used: Dominance, Wealth Index (Margalef), Diversity Index (Shannon-Weaner), Dominance Index (Simpson), Equitability Index and similarities between the planting areas and community of coleopterofauna families. In this discussion, planting age, seasonality, food availability, among other factors intrinsic to life of this order, considered. Concluded that the seasonality and age of the area have a determining influence on the local edaphic coleopterofauna, being the rainy season of greater abundance, diversity and richness, mainly in forest areas (A1), with 10 years of age and in an area commercial with 5 years (A7), possibly due to greater availability of food and moisture in the areas. So that despite the area of forest A1, having presented greater Euclidean distance in relation to commercial areas of coconut trees, being more noticeable in the rainy season, it has similarity in the abundance of beetle families with some commercial areas.
URI: bdta.ufra.edu.br/jspui//handle/123456789/1906
Appears in Collections:TCC - ICA - Engenharia Florestal



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons