Please use this identifier to cite or link to this item: http://bdta.ufra.edu.br/jspui/handle/123456789/1599
Title: Interação entre comunidades ribeirinhas e lontras (Lontra longicaudis): um estudo de caso na Mesorregião Nordeste Paraense.
Advisor: BRAGA, Cesar França
Authors: MARQUES, Dayse Souza
Keywords: Mustelidae – interação homem-animal.
Comunidade pesqueira – conhecimento tradicional – Pará.
Etnoecologia.
Issue Date: 2019
Publisher: UFRA / Campus Capitão Poço
Citation: MARQUES, Dayse Souza. Interação entre comunidades ribeirinhas e lontras (Lontra longicaudis): um estudo de caso na Mesorregião Nordeste Paraense. 2019. 64 f. Orientador: Cesar França Braga. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Ciências Biológicas) - Universidade Federal Rural da Amazônia, 2019.
Resumo: A lontra neotropical, Lontra longicaudis (OLFERS, 1818), é um carnívoro semiaquático pertencente à família Mustelidae. Os peixes geralmente representam a maior parte da sua dieta. Por este motivo acabam interagindo com as populações ribeirinhas que também dependem dos recursos pesqueiros, e muitas vezes essa relação é negativa. O objetivo deste estudo foi confirmar a ocorrência da Lontra longicaudis e analisar suas interações com uma comunidade pesqueira numa localidade da Mesorregião Nordeste Paraense, a partir da percepção de pescadores. Foi utilizada a metodologia Snow ball e o monitoramento das margens do rio Guamá, confirmando a presença de lontras nesta localidade. Foram realizadas 29 entrevistas com pescadores artesanais da vila de Igarapé-açu. O período seco é mais favorável a pesca, devido a concentração de peixes no rio principal. Os ribeirinhos através de suas percepções possuem informações sobre a ecologia de lontras, tornando-se fonte alternativa de novos dados. A interação entre pescadores e lontras ocorre por causa do hábito piscívoro da última. A lontra interfere na pesca por danificar os equipamentos ao retirar peixes, gerando conflitos. Também há relatos da criação de lontras como animais domésticos. Portanto, a interação entre lontras e pescadores nessa região é negativa para ambos, para os pescadores por causa do prejuízo econômico e para as lontras pelas ameaças à sua conservação. Sendo necessário medidas para minimizar estes conflitos, como um programa de educação ambiental.
Abstract: The neotropical otter Lontra longicaudis (OLFERS, 1818) is a semi-aquatic carnivore belonging to the Mustelidae family. Fish usually account for most of their diet. For this reason they end up interacting with the riverine populations that also depend on the fishing resources, and this relationship is often negative. The aim of this study was to confirm the occurrence of Lontra longicaudis and analyze its interactions with fishing communities in a locality in the Mesoregion Northeast of Pará, based on the perception of fishermen. The Snow ball methodology was used and the Guamá River margins were monitored, confirming the presence of otters at this site. A total of 29 interviews were conducted with artisanal fishermen in the Igarapé-açu village. Dry season is the most suitable period for fishing due to the concentration of fishes in the main river. Through their perception, riverside dwellers have information on the ecology of otters, and are thus an alternative source of new data. On the other hand, the interaction between fishermen and otters occurs due to the latter's piscivorous habit. As otters interfere with fishery by damaging equipment when removing fishes, there are conflicts. There are also reports of otters reared as domestic animals. Hence, the interaction between otters and fishermen in this region is negative for both of them; it is negative for fishermen due to economic loss and it is negative for otters as their conservation is threatened. Therefore, measures to mitigate these conflicts are required, such as an environmental education program.
URI: http://bdta.ufra.edu.br/jspui//handle/123456789/1599
Appears in Collections:TCC - Capitão Poço - Bacharelado em Ciências Biológicas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Interação entre comunidades ribeirinhas e lontras.pdf1,3 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons