Please use this identifier to cite or link to this item: http://bdta.ufra.edu.br/jspui/handle/123456789/1851
Title: Diversidade ictiologica do rio Inhangapí - Pa, durante pescaria experimental no trecho entre as localidades de "Tia cota" e "Itapera" Durante os meses de julho e agosto de 2004
Advisor: SOUZA, Rosália Furtado Cutrim
Authors: ANDRADE, Alexandre Sarmento
Keywords: Diversidade ictiológica
Captura Por Unidade de Esforço (CPUE)
Rio Inhangapi - PA
Aparelhos de pesca - Eficiência
Issue Date: 2004-09-10
Publisher: Ufra/Campus Belém (PA)
Citation: ANDRADE, Alexandre Sarmento. Diversidade ictiologica do rio Inhangapí - Pa, durante pescaria experimental no trecho entre as localidades de "Tia cota" e "Itapera" Durante os meses de julho e agosto de 2004. Orientador: Rosália Furtado Cutrim Souza. 2004. 57 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia de Pesca) – Universidade Federal Rural da Amazônia, Campus Belém, PA, 2004
Resumo: A diversidade de peixes da região amazônica e a maior do mundo, estudos especulam que essa diversidade pode chegar ate 3000 espécies, o que garante a posição da região como a de maior diversidade de peixes do mundo. Nesse cenário foi realizado um estudo no Rio Inhangapi - PA no período entre junho e agosto de 2004, para levantamento da ictiofauna no trecho entre as comunidades de Tia Cota e Itapera. Foi usada uma rede de emalhar com distancia de 30 mm entre nos opostos e 30 metros de comprimento e uma tarrafa com diâmetro de 9 m e tamanho de malha de 30 mm. Foram amostradas 12 espécies em 11 gêneros e 7 famílias, totalizando 66 especies capturados. As espécies mais abundantes foram Acaronia nassa, representando 17% do total de capturas, Mylossoma aureum,com 15% <las capturas e Satanoperca jurupari em 14% <las capturas. Os indíces ecol6gicos para o trecho levantado tiveram os valores médios de O,5 para a riqueza determinada pelo índice de Berger-Parker, 0,48 para o índice de Shannon-Weaver e 0,88 para a equitabilidade de Pielou. A CPUE padrao calculada para a area de estudo foi de 1,6 g/metro de rede e a arte que apresentou a melhor captura foi a rede de tapagem, com 3.848 g de captura total.
URI: bdta.ufra.edu.br/jspui//handle/123456789/1851
Appears in Collections:Relatório de Estágio Supervisionado Obrigatório - ISARH - Engenharia de Pesca



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons