Please use this identifier to cite or link to this item: http://bdta.ufra.edu.br/jspui/handle/123456789/2215
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorBRABO, Marcos Ferreira-
dc.date.accessioned2022-06-23T19:08:32Z-
dc.date.available2022-06-23T19:08:32Z-
dc.date.issued2007-
dc.identifier.citationBRABO, Marcos Ferreira. Contribuição à caracterização da pesca de curral praticada no município de São Caetano de Odivelas/Pará. Orientador: João Vicente Mendes Santana. 2007. 39 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia de Pesca) – Universidade Federal Rural da Amazônia, Campus Belém, PA, 2007.en_US
dc.identifier.uribdta.ufra.edu.br/jspui//handle/123456789/2215-
dc.description.abstractThe corrals are fixed traps used in all the Brazilian coast to catch fishes, and in the State of Pará they assume prominence paper in fishing production from Northeast Coast cities, which one the activity comes as main occupation source and income. In São Cactano de Odivelas the exploration is totally exercised in craft way, showing the high importance to study this modality. The aim of this paper is characterize the corral fishing practiced in the cited city since the trap construction until the commercialization chain. Were applied 60 interviews to the fishermen of the Z-4 colony. It was verified that exist 166 fishing-corrals and 105 corralists in the city. According to the localization, there are 138 margin corrals and 28 corrals-out, having 24 corral lines, 24 margin corrals, 9 stocking-career corrals and 24 out of the line. In relation to the format, they are 126 from “center” format, 12 from “pipe” format and 28 of the “puts” format. According to the dimension, they are 19 cacuris and 147 corrals properly said. The implantation costs, adding work hand, used material and embarkation are R$ 909,50 and RS 5.653,00, to one corral in the “center” format and “puts” format, respectively. The woods more used for traps construction at the city are: the cariperana (Licania micrantha), geniparana (Gustavia augusta), vassourinha (Scoparia dulcis), bamboo (Bambusa vulgaris), tinteiro (Laguncaria racemosa), mangueiro (Rhizophora mangle) and the siriubeira (Avicennia germinans). The main lianas are: titica (Heteropsis jenmami) and the piririca (Doliocarpus spraguei). The extensive commercialization chain, the fishing disorder and the dependence of profiteers are the largest impediments for the development of this activity and consequent improvement of the life quality from who depends on it.en_US
dc.language.isopt_BRen_US
dc.publisherUFRA/Campus Belémen_US
dc.rightsAttribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 United States*
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/3.0/us/*
dc.subjectPesca de curralen_US
dc.subjectPesca Artesanal - São Caetano de Odivelas, Paen_US
dc.subjectArmadilhas de pescaen_US
dc.subjectRecursos Pesqueirosen_US
dc.titleContribuição à caracterização da pesca de curral praticada no município de São Caetano de Odivelas/Pará.en_US
dc.typeInternship Reporten_US
dc.description.resumoOs currais são armadilhas fixas utilizadas em todo o litoral brasileiro para captura de peixes, e no Estado do Pará assumem papel de destaque na produção pesqueira dos municípios da Costa Nordeste, nos quais a atividade apresenta-se como principal fonte de ocupação e renda. Em São Caetano de Odivelas a exploração é exercida de forma totalmente artesanal, tornando de elevada importância o estudo dessa modalidade. Tendo como objetivo caracterizar a pesca de curral praticada no município desde a construção da armadilha até a cadeia de comercialização. Foram aplicadas 60 entrevistas aos pescadores da colônia Z-4. Constatou-se que no município existem 166 currais de pesca e um total de 105 curralistas. Sendo caracterizados de acordo com a localização, como 138 currais de beira e 28 currais de fora, havendo 24 linhas de curral, tendo 24 currais da beira, 9 currais de meia-carreira e 24 de fora da linha. Em relação ao formato, são 126 do formato “centro”, 12 do formato “cachimbo” e 28 do formato “enfia”. Levando-se em consideração a dimensão, são 19 cacuris e 147 currais propriamente ditos. Os custos de implantação somando mão de obra, material utilizado e embarcação chegam a R$ 909,50 e R$ 5.653,00, para um curral no formato “centro” e “enfia” respectivamente. As madeiras mais utilizadas para construção das armadilhas no município são: a cariperana (Licania micrantha), a geniparana (Gustavia augusta), a vassourinha (Scoparia dulcis), o bambu (Bambusa vulgaris), o tinteiro (Laguncaria racemosa), o mangueiro (Rhizophora mangle) e a siriubeira (Avicennia germinans). Os principais cipós são: o titica (Heteropsis jenmanu) e o piririca (Doliocarpus spraguei). A extensa cadeia de comercialização, o desordenamento da pescaria e a dependência dos atravessadores são os maiores entraves para o desenvolvimento dessa atividade e consequente melhoria da qualidade de vida de quem depende dela.en_US
dc.contributor.advisor1SANTANA, João Vicente Mendes-
Appears in Collections:Relatório de Estágio Supervisionado Obrigatório - ISARH - Engenharia de Pesca



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons