Please use this identifier to cite or link to this item: http://bdta.ufra.edu.br/jspui/handle/123456789/2498
Title: Perfil epidemiológico da sífilis gestacional em Tomé-Açu, Pará, Brasil
Advisor: JARDIM, Luciana Priscila Costa Macedo
Authors: SANTOS, Dayara Leite
Keywords: Saúde pública
Sífilis gestacional -epidemiologia - Tomé-Açu/PA
Treponema pallidum
gestantes - perfil - sífilis
Issue Date: 2022
Citation: SANTOS, Dayara Leite. Perfil epidemiológico da sífilis gestacional em Tomé-Açu, Pará, Brasil. Orientador: Luciana Priscila Costa Macedo Jardim. 2022. 43 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Licenciatura em Ciências Biológicas) – Universidade Federal Rural da Amazônia, Campus Tomé-Açu, PA, 2022. Disponível em: bdta.ufra.edu.br/jspui//handle/123456789/2498
Resumo: A sífilis é uma infecção sexualmente transmissível (IST), curável e exclusiva do ser humano, tem como agente etiológico a bactéria Treponema pallidum, classificada em sífilis primária, secundária, latente e terciária. Tendo como via de transmissão o contato sexual, sem preservativo, uso de drogas, transfusão sanguínea, transmissão vertical (via cordão umbilical). No Brasil, o estado do Pará ocupa o primeiro lugar de casos notificados na região Norte com 2.039 gestantes notificadas com sífilis gestacional. O aumento dos casos de sífilis em gestantes, congênita e adquirida, pode ser atribuído em parte pelo aumento da cobertura de testagem, devido a ampliação do uso de testes rápidos, assim como a redução do uso de preservativo e administração da penicilina na Atenção Básica, além do desabastecimento mundial de penicilina. A pesquisa possui caráter exploratório, descritivo e retrospectivo, com abordagem quantitativa sobre a caracterização epidemiológica da sífilis gestacional no período de 2011 a 2020 no município de Tomé-Açu, no estado do Pará. A coleta de dados foi obtida através do Sistema de Informação de Agravos e do Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde onde os resultados foram expressos em frequência absoluta e distribuição proporcional e divididos em dois períodos: 2011-2015 e 2016-2020. As variáveis investigadas sobre o perfil das gestantes com sífilis foram: número de casos de sífilis gestacional por ano de notificação, faixa etária, escolaridade, raça/cor e período gestacional do diagnóstico. Foram notificados em Tomé-Açu 169 casos de sífilis gestacional, onde o perfil são mulheres com idade de 20 a 29 anos, com escolaridade da 5º à 8ª série, em sua maioria pardas apresentando o quadro clínico da doença em seu estágio primário, porém com a descoberta tardia, acontecendo apenas no terceiro trimestre de gestação. Desta forma, podemos ver que a sífilis é um problema na saúde pública e ressalta a importância do pré-natal, e o tratamento precoce e completo das gestantes para que não haja grandes índices de sífilis congênita, sendo desta forma essencial o levantamento de dados para a análise um possível de declínio entre os casos notificados.
Abstract: Syphilis is a sexually transmitted infection (STI), curable and exclusive to humans, the etiological agent is the bacterium Treponema pallidum, classified into primary, secondary, latent and tertiary syphilis. The routes of transmission is the sexual contact, without condoms, use of drug, blood transfusion and vertical transmission (umbilical cord). In Brazil, the state of Pará ranks first in the number of reported cases in the North region, with 2,039 pregnant women reported with gestational syphilis. The increase in cases of syphilis in pregnant women, both congenital and acquired, can be partly attributed to the increase in testing coverage, due to the expansion of the use of rapid tests, as well as the reduction of condom use and penicillin administration in Primary Care, in addition to the worldwide shortage of penicillin. The research has an exploratory, descriptive and retrospective character, with a quantitative approach on the epidemiological characterization of gestational syphilis from 2011 to 2020 in Tomé-Açu (Pará-Brazil), through the collection of data provided by Injury Information System and Department of Informatics of the Unified Health System. The results were expressed in absolute frequency and proportional distribution and divided into two periods: 2011-2015 and 2016-2020. The variables investigated on the profile of pregnant women with syphilis were number of cases of gestational syphilis per year of notification, age group, schooling, race/color and gestational period at diagnosis. A total of 169 cases of gestational syphilis were reported in Tomé-Açu, where the profile is women aged between 20 and 29 years, attended from the 5th to the 8th grade, most of them mixed race, presenting the clinical condition in primary stage, but with the late discovery, occurring only in the third trimester of pregnancy. In this way, we can see that syphilis is a problem in public health and highlights the importance of prenatal care, and early and complete treatment of pregnant women so that there are no high rates of congenital syphilis, thus being essential to collect data for analysis a possible decline among reported cases.
URI: bdta.ufra.edu.br/jspui//handle/123456789/2498
Appears in Collections:TCC - Tomé-Açu - Licenciatura em Ciências Biológicas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Perfil epidemiológico da sífilis gestacional em Tomé-Açu, Pará, Brasil1,17 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons