Please use this identifier to cite or link to this item: http://bdta.ufra.edu.br/jspui/handle/123456789/2535
Title: O Processamento de frases estruturalmente ambíguas realizado por crianças.
Advisor: SALGADO, Ana Paula Martins Alves
Authors: SILVA, Dalyane Oliveira e
Keywords: Aposição mínima (AM)
Aposição local (AP)
Parser
Aposição
Sintagmas preposicionados
Teoria Garden Path
Ambiguidade
Issue Date: 2022-07-05
Publisher: UFRA/Campus Tomé-Açu
Citation: SILVA, Dalyane Oliveira e. O Processamento de frases estruturalmente ambíguas realizado por crianças. Orientadora: Dra. Ana Paula Martins Alves Salgado. 2022. 46 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Licenciada Plena em Letras/Língua Portuguesa) - Universidade Federal Rural da Amazônia, Belém, 2022. Disponível em: http://bdta.ufra.edu.br/jspui//handle/123456789/2535. Acesso em: .
Resumo: Este trabalho se propõe a investigar o custo cognitivo no processamento de frases com estruturas preposicionadas ambíguas. Nosso aporte teórico foi a Teoria Garden Path, juntamente com seus princípios de Aposição Mínima (MA) e Aposição Local (AL), propostos por Frazier e Fodor, (1978); Frazier, (1979) e Frazier e Rayner, (1982). O princípio MA prediz que o parser, quando confrontado com uma estrutura ambígua, escolhe preferencialmente, a concatenação do sintagma preposicionado (SP) ao sintagma verbal (SV), pois é o caminho com menos números de nós sintáticos, a fim de se evitar o esgotamento da memória de trabalho. Nesse contexto, esta pesquisa analisou como crianças processam estruturas ambíguas observando se ocorre a preferência pelas respostas enquadradas no princípio de Aposição Mínima (Minimal Attachment) - MA. Como objetivos específicos temos: a) verificar se o sintagma preposicionado (SP) liga-se preferencialmente ao sintagma verbal (SV) (aposição mínima) ou ao sintagma nominal (SN) objeto; b) observar se, assim como os adultos, as crianças preferem respostas enquadradas no princípio MA e c) observar o tempo de reação das respostas. Desse modo, este trabalho se desenvolveu através da técnica experimental da leitura automonitorada, com a participação de 12 crianças, com idade média de 8 a 10 anos, estudantes do 4° e 5° ano do Ensino Fundamental de uma escola da rede particular de ensino. Os resultados apontaram que as crianças, ao processarem uma frase preposicionada ambígua, ligam preferencialmente o SP ao SV, mas fazem isso com um custo de processamento maior que o esperado.
Abstract: This paper aims to investigate the cognitive cost in the processing of sentences with ambiguous prepositional structures. Our theoretical contribution was the Garden Path Theory, together with its Minimal Apposition (MA) and Local Apposition (AL), principles proposed by Frazier and Fodor, (1978); Frazier, (1979) and Frazier and Rayner, (1982). The MA principle predicts that the parser, when confronted with an ambiguous structure, preferentially chooses the concatenation of the prepositional phrase (SP) to the verb phrase (SV), as it is the path with the least number of syntactic nodes, in order to avoid the working memory exhaustion. In this context, this research analyzed how children process ambiguous structures, observing whether there is a preference for responses framed in the Minimal Attachment - MA principle. As specific objectives we have a) to verify if the prepositional phrase (SP) is preferentially linked to the verb phrase (SV) (minimum apposition) or to the object noun phrase (SN); b) observe if, like adults, children prefer responses framed in the MA principle and c) observe the reaction time of the answers. Thus, this work was developed through the experimental technique of self-paced reading, with the participation of 12 children, with an average age of 8 to 10 years, students of the 4th and 5th year of elementary school of a private school. The results showed that children, when processing an ambiguous prepositional phrase, preferentially link the SP to the SV, but they do so with a higher processing cost than expected.
URI: http://bdta.ufra.edu.br/jspui//handle/123456789/2535
Appears in Collections:TCC - Tomé-Açu - Letras / Português

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
O Processamento de Frases Estruturalmente Ambiguas Realizado por Crianças.pdf769,15 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons