Please use this identifier to cite or link to this item: http://bdta.ufra.edu.br/jspui/handle/123456789/2961
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorBARATA, Yan Mathews Leray-
dc.date.accessioned2023-08-02T22:46:13Z-
dc.date.available2023-08-02T22:46:13Z-
dc.date.issued2023-03-30-
dc.identifier.citationBarata, Yan Mathews Leray. Determinação de umidade, proteína e gordura em carcaças Inteiras de frangos congelados comercializadas na região Metropolitana de belém-pa. Orientador: LIMA, Kedson Raul de Souza. 2017. 40 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Zootecnia) - Universidade Federal Rural da Amazônia, Campus Belém, 20. Disponível em: http://bdta.ufra.edu.br/jspui/handle/123456789/2961 . Acesso em: .pt_BR
dc.identifier.otherCDD – 636.5pt_BR
dc.identifier.urihttp://bdta.ufra.edu.br/jspui/handle/123456789/2961-
dc.description.abstractIn order to prevent fraud in poultry meat products was established a legislation to control the addition of water, through the Drip Test and from the implementation of the Program for Prevention and Control of Addition of Water to Products – PPCAA, new laws were created to evaluate moisture and protein in chicken cuts. However, when it comes to whole carcass, there is no legislation that contemplates it. The objective of this study was to determine the percentage of moisture, protein and ethereal extract, and the moisture / protein ratio in whole carcasses of frozen chickens using the legislation used for cuts. Were collected a total of 20 whole frozen carcasses of 10 brans, 2 per brand, all of them were taken directly from the cold room of different grocery stores of the metropolitan region of Belém. The procedures performed were those recommended by the current legislation, however there were some adaptations done; hence those are used for cuts. The humidity results varied from 52.02% to 59.64%, being lower of what’s recommended by the literature. This can be explained by the loss of this nutrient during packing for the storage environment, consequently it entailed in smaller values for both total moisture and for a moisture / protein ratio. Therefore, these results are lower when compared to those established for the chicken cuts. The protein levels varied from 20.75% to 32.23%. The results of ether extract varied from 14.4% to 20.4%. The realization of this experiment with the adapted methodology can be taken as a first step for further research with the similar material, being in this case whole frozen chicken carcasses.en_US
dc.language.isopt_BRen_US
dc.rightsAttribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 United States*
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/3.0/us/*
dc.subjectAlimento - armazenamentopt_BR
dc.subjectAves - carcaçapt_BR
dc.subjectAlimento - legislaçãopt_BR
dc.subjectLegislationen_US
dc.subjectPoultryen_US
dc.subjectStorageen_US
dc.subjectAves - comercializaçãopt_BR
dc.subjectAves - comercialização- região metropolitana de Belémpt_BR
dc.titleDeterminação de umidade, proteína e gordura em carcaças Inteiras de frangos congelados comercializadas na região Metropolitana de belém-papt_BR
dc.typeTCCen_US
dc.description.resumoCom intuito de prevenir fraudes em produtos cárneos de aves foi estabelecida a legislação para o controle de adição de água, por meio do Drip Test e, a partir da implantação do Programa de Prevenção e Controle da Adição de Água aos Produtos – PPCAA, deu-se origem a novas legislações específicas para avaliar a umidade e proteína em cortes de frango. Porém, quando se trata de carcaça inteira, não há nenhuma legislação que a contemple. Com isso, objetivou-se determinar a porcentagem de umidade, proteína e extrato etéreo, e a relação umidade/proteína em carcaças inteiras de frangos congelados por meio da utilização da legislação usada para cortes. Foram coletadas 20 carcaças inteiras de frangos congelados de 10 marcas, sendo 2 por marca, as quais foram retiradas direto da câmara fria de cada estabelecimento comercial da Região Metropolitana de Belém. Os procedimentos realizados foram os preconizados pela legislação vigente, no entanto houve algumas adaptações, já que estes são usados para cortes. Os resultados de umidade variaram de 52,02% a 59,64%, estando a baixo do que é encontrado na literatura. Isto pode ser explicado pela perda deste nutriente durante a estocagem através da embalagem para o ambiente de armazenamento, consequentemente isto acarretou em menores valores tanto para umidade total como para a relação umidade/proteína. Assim, estes resultados estão abaixo ao serem comparados aos estabelecidos para os cortes. Já, os resultados de proteína variaram de 20,75% a 32,23%. Os resultados de extrato etéreo variaram de 14,40% a 20,40%. A realização do experimento com a metodologia de determinação de umidade e proteína e sua relação, pode ser tomado como um projeto piloto para trabalhos futuros com o mesmo tipo de material, neste caso carcaça inteira de frango congelado.pt_BR
dc.contributor.advisor1LIMA, Kedson Raul de Souzapt_BR
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/7053630245544673pt_BR
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/7607189403583641pt_BR
dc.contributor.advisor1ORCIDhttps://orcid.org/0000-0002-0762-5914pt_BR
Appears in Collections:TCC - ISPA - Zootecnia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DETERMINAÇÃO DE UMIDADE, PROTEÍNA E GORDURA EM CARCAÇAS.pdf1,3 MBPDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons