Please use this identifier to cite or link to this item: http://bdta.ufra.edu.br/jspui/handle/123456789/2991
Title: Aceleração da germinação de sementes de Aniba parviflora Ducke sob influência do ácido giberélico
Advisor: ARAÚJO, Denmora Gomes de
Authors: RAMIRES, Allan Christiam Santos
Keywords: Aniba parviflora Ducke - Aceleração de germinação de sementes
Tecnologia de sementes
Parâmetros germinativos
Giberelina - Fitohomonio
Issue Date: 2023
Publisher: UFRA/Campus Belém
Citation: RAMIRES, Allan Christiam Santos. Aceleração da germinação de sementes de Aniba parviflora Ducke sob influência do ácido giberélico. Orientadora: Denmora Gomes de Araújo. 2023. 40 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Universidade Federal Rural da Amazônia, Campus Belém, PA, 2023.
Resumo: A germinação da espécie Aniba parviflora é lenta e desuniforme e pode levar cerca de 40 a 120 dias para ocorrer. A padronização da germinação é uma etapa importante na produção de mudas, uma vez que a uniformidade no desenvolvimento das plantas é essencial para obter um produto de qualidade e otimização do processo. Visando a padronizar e acelerar a germinação da semente de A. parviflora, o referido trabalho tem por objetivo verificar a influência de diferentes cortes na semente com e sem aplicação de GA3. O delineamento experimental utilizado foi o inteiramente casualizado, em esquema fatorial 3 x 2 (três tipos de corte na semente x com e sem aplicação de GA3) com quatro repetições de doze plantas. Ademais, foi avaliado a biometria de frutos e sementes, teor de água, porcentagem de germinação, índice de velocidade de emergência, tempo médio de emergência, altura, comprimento de raiz, diâmetro do coleto, área foliar, massa fresca e massa seca de parte aérea e raiz. No total, o experimento foi avaliado durante 77 dias seguindo recomendações da regra de análises de sementes. O com corte transversal na semente se destacou em todos os parâmetros germinativos, germinando 100% de suas sementes em 35 dias com GA3.As sementes cortadas de forma transversal produzem plântulas de melhor qualidade, destacando-se na área folia, número de folhas, comprimento de parte aérea, massa seca de parte aérea e raiz. Portanto, é importante considerar não apenas a germinação, mas também a qualidade das plântulas produzidas ao utilizar diferentes técnicas de corte de sementes. Conclui-se que a realização do corte longitudinal e corte transversal é capaz de acelerar e padronizar a emergência da Aniba parviflora. A influência do ácido giberélico na emergência das sementes é efetiva no estudo, acelerando ainda mais o processo em comparação com sementes que não receberam o fitohômonio.
Abstract: The lack of scientific knowledge on the ecology, silviculture, and seed technology of A. parviflora may limit the use of management and utilization programs for this species. It is necessary to better understand the aspects related to growth and development, especially the initial responses of seedling production and germination processes. The germination of this species is slow and uneven and can take around 40 to 120 days to occur. Standardization of germination is an important stage in seedling production, as uniformity in plant development is essential to obtain a quality product and optimize the process. With the aim of standardizing and accelerating the germination of A. parviflora seeds, this study aims to verify the influence of different cuts on the seed with and without the application of GA3. The experimental design used was completely randomized, in a 3 x 2 factorial scheme (three types of seed cuts x with and without GA3 application), with four replicates of twelve plants. The treatments were: T1- whole seed without GA3 (control); T2- whole seed with GA3 at 1000 mg.L1 ; T3- longitudinal cut without GA3; T4- longitudinal cut with GA3 at 1000 mg. L1 ; T5- seed with base cut without GA3; T6- seed with base cut with GA3 at 1000 mg. L1 . In addition, fruit and seed biometry, water content, germination percentage, emergency speed index, average emergence time, height, root length, stem diameter, leaf area, fresh weight, and dry weight of the aerial part and root were evaluated. Overall, the experiment was evaluated for 77 days following seed analysis recommendations. The seed with a transverse cut stood out in all germination parameters, germinating 100% of its seeds in 35 days with GA3. Transversely cut seeds produced better quality seedlings, standing out in leaf area, number of leaves, length of the aerial part, and dry weight of the aerial part and root. Therefore, it is important to consider not only germination but also the quality of seedlings produced when using different seed cutting techniques. It is concluded that the longitudinal and transverse cuts were able to accelerate and standardize the emergence of Aniba parviflora. Moreover, the influence of gibberellic acid on seed emergence was effective in the study, further accelerating the process compared to seeds that did not receive the phytohormone.
URI: http://bdta.ufra.edu.br/jspui/handle/123456789/2991
Appears in Collections:TCC - ICA - Agronomia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Aceleração da germinação de sementes de Aniba parviflora Ducke sob.pdf1,34 MBPDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.