Please use this identifier to cite or link to this item: http://bdta.ufra.edu.br/jspui/handle/123456789/384
Title: Construção do conhecimento agroecológico a partir de viveiros comunitários de produção de mudas no nordeste paraense.
Advisor: SANTA BRÍGIDA, Marluce Reis Souza
Authors: OLIVEIRA, Daiane Silva
Keywords: Agricultura familiar – Sustentabilidade
Transição agroecológica – metodologias participativas
Produção de mudas – viveiros – Nordeste Paraense
Transição agroecológica
Metodologias participativas
Sustentabilidade
Issue Date: 2019-04-05
Publisher: UFRA / Capitão Poço
Citation: OLIVEIRA, Daiane Silva. Construção do conhecimento agroecológico a partir de viveiros comunitários de produção de mudas no nordeste paraense. Orientadora: Marluce Reis Souza Santa Brígida; Coorientador: Henderson Gonçalves Nobre. 2019. 53 f.Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Florestal) – Universidade Federal Rural da Amazônia, Campus Capitão Poço, PA, 2019.
Resumo: Perante a crescente preocupação ambiental e a necessidade por sistemas de produção agrícolas que correspondam à realidade local da agricultura familiar na região do Nordeste Paraense tem se aumentado a busca por alternativas de produção agropecuárias e florestais mais sustentáveis. Tendo por base os princípios agroecológicos o Núcleo de Agricultura Familiar e Agroecologia de Capitão Poço tem atuado junto a agricultores do Nordeste Paraense desenvolvendo técnicas e tecnologias de forma a atender a demanda local, dentre os quais estão a construção de viveiros de produção de mudas comunitários e sistemas agroflorestais. Assim, se objetivou sistematizar e analisar as experiências agroecológicas ocorridas a partir da construção de quatro viveiros de produção de mudas comunitários, abrangendo os municípios de Capitão Poço e Garrafão do Norte no estado do Pará. Para isto, fez-se o uso de técnicas de diálogo, observação e dinâmicas de grupos, presentes em diagnósticos participativos, de forma a compreender melhor a relação dos agricultores com os seus agroecossistemas e estimular o público envolvido a recordar etapas importantes no processo de experimentação com os viveiros de produção de mudas comunitários, promover momentos de reflexão sobre os êxitos e dificuldades, bem como saber seus anseios e perspectivas futuras. Os viveiros comunitários se apresentaram como importantes espaços para a construção do conhecimento agroecológico por meio da interação entre o saber científico e o saber tradicional, das relações de reciprocidade, ajuda mútua e interação entre os participantes, onde novos conhecimentos são construídos e novas demandas são lançadas. A sistematização foi efetiva por elucidar como os processos de construção do conhecimento e práticas agroecológicas vêm ocorrendo dentro dos espaços coletivos dos viveiros e nas propriedades dos agricultores. O trabalho em coletivo através dos viveiros de mudas foram de suma importância para impulsionar as mudanças que vem ocorrendo em agroecossistemas dos agricultores, por uma forma de agricultura mais diversificada e sustentável, o que também significa que sua atenção não deve se voltar apenas às questões técnico-produtivas, mas também de formação e organização dos agricultores.
Abstract: Given the growing environmental concern and the need for agricultural production systems that correspond to the local reality of family farming in the Northeast region of Pará, the search for more sustainable agricultural and forestry production alternatives has increased. Based on the principles of agroecology, the Center of Family Agriculture and Agroecology of Capitão Poço has worked with farmers in the Northeast of Pará developing techniques and technologies to meet local demand, among which are the construction of nurseries to produce community seedlings and agroforestry systems. Thus, the aim of this study was to systematize and analyze the agroecological experiences that occurred from the construction of four nurseries of producing community seedlings, covering the municipalities of Capitão Poço and Garrafão do Norte in the state of Pará. For this, we use techniques of dialogue, observation and group dynamics present in participatory diagnoses, in order to better understand the relationship between farmers and their agroecosystems and to stimulate the public involved to recall important steps in the experimentation process with nurseries producing community seedlings to promote moments of reflection on successes and difficulties, as well as to know their desires and future prospects. Nurseries are important spaces for the construction of agroecological knowledge through the interaction between scientific and traditional knowledge, reciprocal relations, mutual aid and interaction between participants, where new knowledge is built and new demands are released. The systematization was effective in elucidating how the processes of knowledge construction and agroecological practices have been taking place within the collective spaces of the nurseries and on the properties of the farmers. Collective work through nursery seedlings was of paramount importance to drive the changes that have been taking place in agroecosystems of farmers for a more diversified and sustainable form of agriculture, which also means that their attention should not be turned only to technical issues production, but also to organization of farmers.
URI: http://bdta.ufra.edu.br/jspui//handle/123456789/384
Appears in Collections:TCC - Capitão Poço - Engenharia Florestal



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons